Você sabe… Quando a gente decide ser parte da mobília.


Visões sorteadas por ninguém

Se aventurar no YouTube não é algo incomum, principalmente para as pessoas que (assim como eu) gostam de descobrir coisas novas; coisas que animem, espantem, tragam paz e questionamentos aparentemente surreais. Entretanto, quando não estamos tão dispostos a direcionar nossa atenção integralmente às maravilhas do serviço de vídeo, o descompromisso com o que é selecionado cai como uma luva. Além de ser tão prazeroso quanto a busca premeditada, assistir a vídeos aleatórios é refrescante e, muitas vezes, surpreendente.

Mas não se engane, nem só de vídeos bobos são feitas estas sessões bobas. Conteúdo educativo também é bem-vindo, visto que um leque imenso de canais destinados à curiosidades anatômicas, cósmicas, físicas, naturais etc existe bem embaixo da hegemonia dos “mais vistos”. O aprendizado obtido através destes pequenos clipes passa longe da chatice, e pode ser assimilado fluidamente, independente do quão instruído você é. Desta forma, a diversão se mistura com a riqueza intelectual, que se constrói sem a mínima pretensão e, consequentemente, expande nossos conhecimentos.

Vlogs estúpidos; tutoriais que você nunca irá pôr em prática; receitas com ingredientes caríssimos; roteiros de viagens insanas; documentários horripilantes… Não importa o que esteja no campo de reprodução, se sua mente está leve o suficiente para aproveitar cada segundo, saiba que está valendo a pena; afinal, às vezes, nem tudo precisa fazer tanto sentido, ou ser tão útil.

Bendito Omegle

Quando a sede é por comunicação, troca de relatos e experiências, globalização instantânea e descontração garantida, o Omegle é o lugar perfeito. Interessante não só por possuir uma usabilidade extremamente simples, a ferramenta permite que você se conecte à pessoas do mundo inteiro.

Somando mais um ponto para a categoria “educação sem pressão”, as conversas são meios incontestáveis para você praticar e desenvolver seu Inglês (o idioma mais falado). O bom disso é que a maioria das pessoas que acessam o site são jovens, e estão, na maioria das vezes, dispostos a te ajudar com os obstáculos da língua.

O maior benefício do video chat é, sem dúvida alguma, o contato com outras culturas sem o perímetro demarcado pela formalidade. A caixa de texto viabiliza um ambiente mais amplo, para que o diálogo não seja prejudicado com a eventual dificuldade de uma das partes não compreender a outra. Entre costumes, preferências e sonhos, a solidão e tédio que, em quase todos os casos, leva os indivíduos a entrarem no site se extingue gradualmente, abrindo espaço para uma felicidade ordinária, que pode, ou não, ser a raiz de uma amizade.

Mas cuidado! Colocar os interesses antes de iniciar a transmissão é imprescindível, uma vez que o portal é aberto para qualquer pessoas e, se deparar com uma cena indesejada não é muito raro. Logo, toda vez que for em busca de um papo, não se esqueça de explicitar que tipo de papo você quer ter.

Ah… meu, seu, nosso BuzzFeed

Um gigante do entretenimento (e noticiário) cada vez mais influente na Internet, o BuzzFeed oferece uma baú de posts dinâmicos e formadores de sentimento, que servem justamente para os momentos de preguiça. Moldado de maneira minimalista e repleto de ícones, a interface do site instiga o envolvimento passivo e ativo do leitor, deixando-o confortável com os tópicos e assim, prolongando sua estadia.

Usando elementos nostálgicos, polêmicos e cômicos, os redatores entregam postagens que parecem ser inteligentes, mas na verdade só nos colocam na posição desprovida de esforço mental, e corporal, que queremos estar. As listas, testes e montagens comparativas desenvolvem seu papel de literatura rasa majestosamente; pondo sobre a mesa um cardápio variado, de identificação (por parte do visitante) praticamente universal e resultados tão limitados quanto as legendas das fotos presentes em cada segmento.

Passagens temporais, tendências de moda, guloseimas extintas, arquiteturas futuristas e obras de arte inacreditáveis. Há espaço para pequenas e gigantescas maravilhas; coisas que não podem ser vividas todos os dias, momentos que não são viáveis fora do mundo digital, sabores que despertam o lado brincalhão que se esconde dentro de nós. Muito mais do que uma jornada padronizada e cheia de clichês, o burburinho anunciado no título proporciona uma experiência libertadora, que nos faz perceber o mundo de maneira muito mais feliz que a usual.

“A futilidade é a chave mais adequada para o relaxamento.”

9 motivos para navegar no 9Gag

  1. O humor é o único rei. Sendo a base das imagens e GIFs, ele protagoniza a onipresença mais importante da rede social.
  2. Os limites dos posts são tão insignificantes que nem incomodam. A plataforma é bastante liberal, mas alguns conteúdos não podem ser publicados por lá, ou seja, ela não é tão “radical” quanto o Tumblr. Mesmo assim, a graciosidade mantida, diariamente, pela comunidade global faz com que o desfalque não seja um problema perturbador.
  3. Assim como no Omegle, todo mundo pode mostrar seus talentos. Absolutamente todos podem postar alguma coisa; caso tal seja merecedora de algum voto positivo, ela o receberá.
  4. A realidade ganha outra textura. As risadas vêm de todos os ângulos, sejam eles nítidos ou forçados. Um pingo d´água; uma sombra; um anúncio; um acidente…
  5. A zoeira não tem fim, nem pode deixar de existir. As referências e termos criados dentro do próprio 9Gag semeiam a disseminação de um vocabulário peculiar, que é sustentado por regras recheadas de sátiras condensadas.
  6. Também há espaço para aprendizadoFatos históricos, artísticos, políticos, geográficos e econômicos geralmente chegam à categoria dos melhores classificados.
  7. As pitadas de bom senso são sempre um espetáculo. Mesmo quando usada com o intuito de gerar graça, a sensatez não passa do ponto e é sempre eloquente, senão, não ganha destaque.
  8. Todos são quem querem ser… naquele momento. Os nomes de usuários são esdrúxulos, formando, assim, uma relação ainda mais distorcida entre quem o usuário é no cotidiano e quem ele é ali, entre aquelas maluquices estonteantes.
  9. Seriedade é a melhor das piadas. Tornar um sorriso real é, acima de tudo, um dever.

Não se reprima, vá ao 9Gag e ria litros, viva o agora com a percepção de quem, assim como você, só quer fazer (quase) nada.

Expresso da expressão

Se você já escreve, escreva sem se preocupar com os parâmetros, portanto, apenas escreva. Se você não se expressa à bordo do trem da escrita frequentemente, melhor ainda; esta é uma oportunidade para você se conhecer, curva após curva, indo mais longe do medo da rejeição e dos julgamentos mais ácidos. Se você é muito literal, vá aonde sua mente não ousa ir, faça e sinta coisas que não compõem sua rotina, destrua a gaiola que te priva da sua humanidade mais intocada, a mais menosprezada. Seja primitivo, descubra o fogo da inspiração.

No caderno
No computador
Derrame quaisquer sensações
Derrame amor e dor
Derrame paixões
Rancores
Cores
Invernos
Verões

No fim da noite
No calor do meio dia
Derrame o chá de ontem
Se banhe na água fria
Escreva sem rumo
Escreva sem saber como será
Sem assunto?
Estamos juntos!
O crucial é se expressar

Nos contos
Nos romances
Entre eras
Toques e nuances
Em dualidades
Em eternidades
Entre ódios e saudades
Em castelos
Em casebres
Escreva
Descreva
Revele
Não espere
Se rebele
Se expresse
Veja
Seja

 

Anúncios