Um drama daqueles
De beijos altivos de vidro
O aço escorre na pálpebra
De reinvenções malignas
Na realidade inspiradas
Mesmo, às vezes, um tanto
Distante do que é crível
O fator que entretém é imbatível
Apenas rostos límpidos de anjos
Guardando botes inéditos
Disfarçados em potes brandos
Apoteoses de laços maquiavélicos

A graça e o charme e o poder
A vontade de ficar e se perder
O desejo que só cresce mais voraz
A inocência que fica para trás

O direito como plano de fundo
O direito como alicerce não tão fundo
Mas eficaz, fértil, acima da média geral
Em todos os picos, resultado anormal
Traz instâncias simples incomumente
Genuína é a coreografia da mente
A ousadia é sutil, mas nunca inútil
A amarração, fiel, nunca cai do céu

Uma protagonista central
Passando por maus bocados
De repente, descendo do salto
Sem perder o perigo original
Uma trajetória antiga, sólida
Quebrada, não mais notória
A renovação é a estrela do agora
O primeiro passo é abrir novas portas
Caminhos mais largos interditados
É hora de retalhar trunfos em atalhos
A dificuldade de tudo é o que cativa
Principalmente se feita de forma criativa
Aqui, o que falta é o que deve faltar
A beleza da narrativa está em não se precipitar

Personagens masculinos
Não tão fortes, nem precisos
Adereços sem brilho devido
É necessário rever isso…

Os precedentes bem utilizados
Como faíscas de velhos estalos
O contexto, diferente, ensina
Que não se cresce a partir de cima
É preciso adotar uma nova linha
Antes de driblar a nova sina

Fotografia elegante
Nada mais constante
É poesia em contrastes
Sem nenhum desastre
Tons fortes, imponentes
Enaltecedores de toda gente
Brinca com ângulos e movimento
Umidade e expectativa e sofrimento
Grandes vermelhos rubros soturnos
Grandes pretos macios, volumosos e esguios

O texto pode não ser
O mais complexo, completo
Mas é inviável apreciar
Todo o seu valor perverso
Sua divisão das relevâncias
Suas robustas concordâncias
Algumas cabeças ainda sob pescoços
Algumas lacunas deficientes de esforços
Mas nada que insulte a quem assiste
É o saldo positivo que persiste

Mais duas protagonistas
Sob a névoa da primeira
Distintas e valorosas
Não estão para brincadeira
Uma mais madura e potente
Outra mais iniciante, inocente
Uma hesitante, a outra, confiante
Ambas muletas uma da outra
A doce aprendiz, a amarga mentora
Mas esses postos não foram declarados
São inferências de um futuro aguardado
Algo para a audiência esperar avidamente
Uma isca meio óbvia, típica, inteligente

Trilha sonora
Sabe ser ácida
Sabe ser sátira
Trilha sonora
Humilha, comemora
Tripudia, consola
Trilha sonora

Trindade
Boa inverdade
Sensualidade
Feminilidade
Profissionalismo
Agilidade, escapismo
Dedicação, imersão

Não há superestimação
De atitude, de emoção
De envolvimento, conhecimento
De tecnologia, de epifania

CBS
Agora All Access
Estreando
Derivando
Tentando
Alcançando
Algo bom
Algo consistente
Algo divergente
Algo promissor
Algo com primor
Em belo teor
De choro
De tapa
De rapidez
De falas
De ação
De comoção
CBS All Access
Chegando à Internet
Com pé direito
Ainda bem
Parabéns!


Anúncios