REFLEXO DO POST “Choque -25-

E não há nada
Que eu possa dizer
Para invalidar
O valor em você
Tudo de errado
E o que pode dar certo
Ferve e adormece
No meio do teu ser
A mão que nega
É mesma que promete
E o futuro radiante
É refém do presente covarde
Se não há o teu apoio
Não há mais nada válido
Porque o que vale é só seu
Só você pode resgatá-lo
E se não pular, não saberá
Que a dor maior é se privar
De toda a felicidade lá fora
Dos sorrisos que batem à tua porta
E não há mais nada
Nenhuma transcendência
Só você é a chave
Para tua nova existência
Aquela tão cogitada, ansiada
Aquela tão planejada, alucinada
Aquela tão sonhada, adiada
Aquela que é dádiva, não praga

Anúncios