REFLEXO DO POST “Choque -22-

Jamais
Esquecer
Desbancar
Nas areias
Simplesmente
Se rever, arder
Existir é feder
É cair e definhar
Agora, depois
Talvez, levantar
No chão, na mão
É preciso tocar
Sentir, valorizar
Reconhecer, se olhar
Os dedos, queimar
O fogo, beijar
O frio, domar
Ser tudo, menos deus
Nunca mais querer
Nem ser, nem ter
Nem viver, nem servir
De tantas
Verdades
Inverdades
Fazer a sua
Com a sua
Ajuda
Não se desistir
Deixar ela entrar
A esperança
O amor, o próprio
O perdão, o próprio
O coração, o próprio
Queira você, cara
Cara a cara, cara
Sapeque seu erro
Devore-o contente
Fira a dor por dentro
Vomite-a, mije-a
Expelir é não mentir
Seja por onde for
Não se poupe
Seja seu portão
Se abra para si
Se analise, se confie
Faça do agora, um zero
Dê o primeiro passo, seu
Não se prometa aos outros
Não plante raízes em poços
Faça a vida ter você
Não se negue a você
Decida-se, em ti, crescer
É utópico, é puro, é seu
Só vá, só vá, só vá, só vá
[Repita até o último suspiro
Repita somente contigo
Repita e seja seu amigo]

Anúncios