REFLEXO DO POST “Choque -18-

Corra
E se tire
Da linha
Dos trilhos
Da fita
Do pavio
Do acorde macabro
Da obscuridade
Da fadiga indomada
Do furto de juventude
Do adiamento insensato
Da ponte sem fim
Pule e acorde
Desperte, agora!
Saia, sim, não enrole
Chute a danada da bola
Bata o sino sagrado
Quebre o bendito prato
Arranque o peso da garganta
Nade no concreto quase puro
Redefina tua história
Não aceite o aceitável
Não descarte o desconhecido
Seja um louco, em si, perdido
Melhor do que um inocente coagido
Trague o mal de se aventurar
Se engasgue com o que mundo tem para dar
Melhor do que em padrões se envenenar
Melhor do que nessa armadilha se retardar
Corra, sofra, sangre, plante, cresça, apareça

Anúncios